28 Respostas to “Assumi minha condição e optei ser feliz!”

  1. rafael disse:

    vou resumir pra não ficar cansativo:

    A minha adolescência sempre fui um rapaz comportado, minha família estritamente machista, com 17 anos arrumei uma namorada e com ela me concebeu duas filhas. já aos 21 anos casado em comunhão universal de bens e totalmente infeliz, não correspondido, abandonado pela família( pelo gênio forte da esposa), Não nos dava bem com ninguém ,nem nossa família.
    Sempre fui um rapaz educado, fiel, e até os pais da esposa me adoravam; mas pelo difícil temperamento nos confinamos no paraná, aos 22 anos Rafael já vivia uma vida amargurada, só trabalho e esposa só se entendendo na cama. Com tanta infelicidade e brigas, não tinha amigos, irmãos por perto; a empresa que trabalhava faliu ; com isso insultos, agressões tornaram frequentes, fui posto na rua e expulso de minha própria casa. Minha família não estava por perto e eu não os quis incomodar. Entrei em depressão era proibido de ver-las e ao ver minha tristeza um rapaz ; me estendeu a mão e me levou pra casa dele e dos pais.
    Mentindo que eu seria o irmão de sua namorada. Nos apaixonamos, estava confuso e carente minha primeira relação muito mais intensa e verdadeira, sem interesse financeiro ou bens; desta forma percebi quem tinha que me amar não estava nem ai pra mim e quem era pra não estar nem ai comigo, me deu a noite mais intensa do universo, acolheu-me, protegeu-me.
    Durante 12 anos tudo mudou esse anjo seguiu sua vida, fui perseguido pela ex: caluniado de não pagar pensão, preso por briga com ela pois ela metia a mão na minha cara, mas provei com recibos xerocado e digitalizado. A cinco anos entrei em depressão profunda, tentei suicídio “choro…desculpe” fui internado …….choro…desisti da vida … não comia nem bebia, só meu irmão me visitava e sua namorada” ele era homofóbico” me dava lição de moral. Com trinta dias na clinica conheci Elis uma excelente amiga,tive que sair pois meu convenio só cobria 30 dias. A namorada do meu irmão vendo minha condição por conta própria preparou meu internamento publico definitivo com quadro profundo de depressão, três dias antes surtei não sabia onde, como nem dia hora, entrava no carro, deixava os robots da Volkswagen funcionando e saia pra dirigir eu dirigia a tarde toda, saí fui a boate nem sei….”conheci um rapaz na qual Maior de idade porem 15 anos mais novo que eu” ele me olhava tanto e meu corpo estava la,o espirito não! Um amigo antigo veio ao meu encontro perguntei : esse rapaz esta me afrontando; meu amigo olhou e cochichou: Ele esta afim de vc! Conheci a pessoa que amo mais que amim mesmo querendo dar um soco na cara dele, por me afrontar.Ele chegou em mim e trocamos um papo ele anotou meu telefone fui embora, ao chegar em casa fui contido e internado,esse rapaz não saia de minha cabeça, em pequenas doses sentia vontade de viver, Por causa dele passei a me amar e o amor dele me tirou do sanatório, ele ia me ver, consegui numa liberação unica na vida ser liberado pelo psiquiatra, ao sair de la não tinha coordenação motora, ao entrar no meu carro dirigido por meu irmão e cunhada ouvi a musica do zeca baleiro ” Telegrama” entrou-me uma vontade de viver “…chora… desculpe! …tão intensa que emocionei-me, e quando o vi dentro do carro sorridente “…choro…”quis viver mais que tudo. hoje minha família me aceita” respeita por causa dele”, já estamos junto a cinco anos, a juíza me entregou a guarda das meninas, me deu a o divórcio e estou me casando sábado dia 17 de novembro e meu sobre-nome será o dele. Na fabrica todos estão sabendo e quem me conhece me respeita, porem ainda tentam me oprimir, mas meu foco é no ser e não no sexo, o sexo é consequência. Na História deste mundo a religião somado a falsos dogmas e preconceitos levam o ser vestir uma roupagem que rotula, mata, usurpa e marginaliza. não a pecado em amar e ser amado. porem devemos ter cuidados com homofóbicos, preconceitos, se os pais entendesse seus filhos, não estariam sendo entregues pra morrer,por depressão, abandono, e a paixões escondidas e erradas no que tange pessoas doentes de saúde. Com o acompanhamento do filho poderia até receber o futuro namorado orientando,com os cuidados de doenças sexo consciente e não jogaria com essa atitude seus filhos na mão de pessoas com má intenção ; trafico em geral, de órgãos, pessoas, drogas doenças ou a ignorância do pecado e o para dogma da religião qualquer que seja, ame a Deus e ame seus filhos cumpra o dever que lhe foi confiado, o que não foi feito pra ser não obrigue, constrange ou agrida, seja o ser espiritual e não a religião tribal,não condena seu filho como fizeram com cristo. Estude,veja ,pesquise e entenda quantas atrocidades e injustiças e assassinatos cometidos em nome de religião,esta tudo relatado na história do mundo. Obrigado a todos ! cuidado com suas vidas. Rafael passei por tudo isto. eu e Deus!

  2. jonatas disse:

    APOIADO PARABENS É ISSO SOU GAY E SEI O QUANTO É DIFICIL REPRIMIR O PROPRIO EU PASSEI ATÉ A TER PROBLEMAS PSICOLOGICOS “DESPERSONALIZAÇÃO” POIS , CRESCI EM UMA FAMILIA CRISTÃ QUE ME OPRIMIA MAS GRAÇAS A DEUS HOJE ME LIBERTEI E POSSO GRITAR AOS 4 CANTOS ” I AM FREE, I AM MY HAIR IT GET BETTER I AM GAY” HOJE SOU FELIZ E PRETENDO LUTAR POR CADA 1 QUE HOJE SOFRE

  3. Augusto disse:

    Concordo plenamente com tudo que o Marquinho disse, ainda, mas por algo tão parecido.
    O mas absurdo é que sofremos os mesmo preconceitos, seja na família, nas ruas na sociedade em geral.
    Mas chega um momento que não depende das pessoas mudarem e sim você.
    Quem não gostaria de ter uma vida livre, fazer o que bem entender, mas isso não é possível.
    O que temos que entender é que o mundo nos limita de certas coisas, seja homosexuias, heteros , o que eu for.
    A limitação existe para ambos, nos seres pensantes temos que nos adequar de forma, mas coerente, viver a tão sonhada vida de sair de mãos dadas, de beijar na rua, é uma limitação para nos, mas também certo repulso para quem vê.
    Só nos que somos gays sabemos nossas condições, então como fazer as pessoas entender aquilo que só nos sentimos.
    Enquadrar-se a sociedade, nos permite a abrir mãos de alguns desejos, sonhos e tal.
    Mas também faz termos mas paz, respeito e admiração.
    Pois o que vejo hoje perante uma sociedade, são pessoas recriminando, o modo de ser, falar, andar.
    Sou da seguinte opinião se queremos que nos olhem como pessoas normais, temos que agir de forma normal.

    • CARLA MATIAS disse:

      ?Forma Normal? Então a questão é ser normal? A questão é ser comum ou não comum. A sociedade muda, porque mudamos com ela! Meu Caro!

  4. sara disse:

    adorooooo vcs sao pessoas muito especias p mim porque com cada um que falo me transmitem uma energia possitiva carinho afeto bjsssss

  5. CARLA MATIAS disse:

    OI A TODOS…
    Estou feliz por muitos desabafos que li aqui neste site, pois entendo como é importante para nós desabafarmos quando mais precisamos. HOJE Tenho 21 anos, estudo Pedagogia, adoro participar do Teatro da faculdade e está entre amigos. Sou casada com uma garota a poucos meses, ela é importante na construção da minha história, tem muito amor por ela, pois desejo muito vê-la feliz! A dois anos cruzei com a difícil decisão de dizer a verdade sobre que sou, é… demoro esse encontro com o meu eu….antes eu sentia uma estranheza, não sabia porque! também me envolvi com religiões diversas, tive curtos namoros com garotos, mas é algo que não dá para adiar sempre! Finalmente, hoje estou ciente que tenho que ser somente eu mesma, assim como TODOS, não somos nem melhores e nem piores! Somos todos GENTE! A dois anos que decidi abrir meus sentimentos para todos ao meu redor, pois entendi que era necessário para mim e para eles, pois estavam convivendo com uma parte e não com o todo de mim. Mas não foi fácil chegar a esse entendimento, fiz muitas coisas que não entendi, cheguei a sair com vários caras sem menor sentido, estava desiludida comigo, pois não mim sentia completa….QUANDO ESTOU COM UMA GAROTA É COMO SE FOSSE O CERTO DESDE SEMPRE, É COMO SE NUNCA TIVESSE DE SER DE OUTRO MODO, É LÓGICO, É NATURAL! Embora não seja para muitos, pra mim é a realização de todos meus sentidos, é o trabalho de todas minhas faculdades da mente e as faculdades espirituais…! Antes, no colégio, eu era tão distante de todos, tão esquisita, achava, muito boa aluna, bem simpática, mas sem amizades! Parece que colocava uma barreira entre mim e os outros, por que?
    Talvez por que no intimo da consciência já soubesse o que viria a ser descoberto…hoje, somente hoje percebo essas coisas que digo aqui, isso é muito importante para mim como todos os que mim ajudaram diretamente e indiretamente nesse meu resgate…é talvez muitos pensam que é escolha por não abrirem seus corações para ouvir o que eu e meus colegas aqui dizem, a palavra mágica não é escolha, é NECESSIDADE…

  6. Caruê disse:

    Sou heterossexual e apoio esta lei que é muito importante.
    Uma postura que eu sempre tive quando fui chamado de gay, vi@do ou afins, foi não me ofender, afinal amar pessoas do mesmo sexo não é crime. Não tive uma educação religiosa, alias sou ateu uma minoria em termos demográficos no Brasil. Sou um Humanista faço parte da LIHS( Liga Humanista Secular do Brasil) que apoiá essa luta entre outras.

    Só queria mostrar que não são apenas os gays que defendem essa lei.

  7. alex - NATAL/RN disse:

    olá,

    totalmente sem-noção é a ignorancia de muitas pessoas que chegam a dizer que acham que o plc 122 é uma lei que apoia apenas os homossexuais, e isso não é verdade e garanto que se o cidadão heterosexual for demitido por ser hetero não poderá processar o patrão por isso, nem se for espancado por um grupo de homossexuais. ai acusarao os gays de heterofobia?????… (haja ignorancia),pois o termo orientação sexual serve tanto para os heteros, homos, e bi… um dos principais erros: achar que a biblia é maior que a constituição (isso em relação as leis do nosso país, pois temos aqui no brasil mulçumanos, budistas, seguidores da religião afro, da indigena, ateus, xintoistas, cristãos, agnósticos e por ai vai… esse lance de bancada evangelica da camara dos deputados vetando uma lei que vai auxiliar a reduzir os indices de violencia contra uma classe que é excluida, e a midia não divulga isso (aqui em natal, um rapaz homossexual, foi brutalmente assasinado,teve sua intimidade violada e encheram a boca dele de pedras e areia e a midia não divulgou nada… querem fazer parecer que não existe homofobia, apenas por alegar que estão protegendo a moral e os bons costumes, ora faça me o favor. eles deveriam se unir para protestar contra a fome, a seca no nordeste, a dengue, o cancer, a aids, buscar com essas manifestações, que ao meu ver são um ato de hipocrisia (acredito que as pessoas deixam de acreditar em deus e se sentirem dignas de seu amor, por causa desses ignorantes que julgam os outros( gostaria que algum postasse alguma passagem da biblia em que jesus fala mal e condena os homossexuais “não vale se for dito por qualquer outro apostolo e ou personagem” eu numca uovi nem li nada respeito) se um homem se deitar com outro é abominação (condenado a morte) comer aves imundas tbm, frutos do mar tbm, não casa virgem tbm,… são tão hipocritas defendendo a verdade ( cadê que eles vão enfrentar a igreja de roma por causa da idolatria, por que não caem matando nesse assunto, por medo? claro e com razão… o capitalismo comprou a fé dos homens e criou deuses para eles mesmos, )… (atacar pessoas que pagam impostos como as outras não é direito)…esses que se dizem cristãos e são contra o direito dos outros não servem a deus e sim ao demonio,, o senhor e apenas ele sabe se é errado ou não… (eles esquecem que a biblia ficou durante a idade média em poder da igreja de roma e foi traduzida por homens falhos em uma época que os evangelicos não acreditam que a igrja da quela época, no caso a de roma , tivesse “unção” pois não se poderia servir a dois senhores (a deus e aos santos)…, repito esses que se dizem no direito de julgar são ignorantes, e esses sim irão prestar contas ao pai… (tira a trave de teu olho, antes do cisco do teu irmão… pois deus deu livre escolha ao homem e ele preste contas ao pai, não é nenhum religioso capitalista…e é que existe muitos por ai que devem ditar a conduta da sociedade… , e as pessoas não são obrigadas a acreditar em deus, em buda , em exu, em nada disso… ninguem é obrigado..o proprio deus não obriga, o que dá o direito de meros mortais, impuros e imperfeitos que somos nos igualar a deus????…, isso pra mim é uma baboseira,… as pessoas deveriam diferenciar vida pessoal e vida politica…

    alias se é politico o povo generaliza como ladrão…

    existe muitos politicos decentes (embora não conheça nenhum)…

    atualmente moro só e tenho muitas magoas contra a minha familia, que mesmo não sabendo repudia os homossexuais..por isso sai de casa e me isolei deles e de sua ignorancia, ( sumi e não mantenho contato com eles, sei que eles iriam me repudiar tbm, sempre fui um bom filho, temente aos meus pais, estudioso e esforçado. mesmo com minha orientação sexual não ser padronizada com os valores dessa sociedade retrograda e desumana, vivo minha vida sem meus familiares, e isso me frustra, mas tenho muita fé em DEUS “ESCREVO EM MAIUSCULAS POIS ESSE SIM É FIEL”… hj trabalho e me mantenho sozinho,não me assumi pois tbm tenho medo de ser assasinado brutalmente, e a maioria desses assasinos se dizem serem cristãos… uma ova, são um bando de hereges, …

    o senhor tenha pena deles, pois o pior pecado é a hipocrisia… essa sim vai mandar muito religioso pros quintos dos infernos, pois não se preocupam com os pobres e os pequenos, e sim com os “defeitos” dos outros e não olham para o proprio rabo que tá na fogueira… se os gays forem pro inferno, essa camabada de hipócritas vão descer tbm…

    deixo aqui minha indignação contra a hipocrisia

  8. Gabi disse:

    olá, sou heterossexual e totalmente a favor do plc122.
    Muita gente fala o que quer sobre homossexuais, mas ninguém se coloca no lugar deles. Eu me coloco no lugar de uma pessoa que pode sim ter um filho gay e reconheço que este não seria o sonho da minha vida, mas não pelo fato do homossexualismo em si, mas pelo preconceito que ele sofreria da grande massa hipócrita que sente prazer em humilhar e oprimir o diferente.
    Não entendo mães, esposas, pais e irmãos que tem parentes assassinos, traficantes e afins, e vão visitá-los todo domingo no presídio e até os ajudam a fugir da policia, mas essas mesmas pessoas não defenderiam um filho,irmão ou amigo homossexual e praticariam elas mesmas o preconceito contra eles pelo simples fato de não serem “normais” como elas e a sociedade gostariam que fossem.
    Isso acontece com gays,deficientes e muitas outras classes… é triste.

    • CARLA MATIAS disse:

      De bom senso e equilíbrio, classifico seu comentário. :)Bom seria se mais pessoas tivessem esse olhar sereno sobre as outras pessoas.

  9. Cecília disse:

    Acho que passei por praticamente essas mesma coisas que o Marquinhos .
    A minha diferênça é que me assumi com 14 anos , e foi horrível , ver meus pais rindo de mim , dizendo que eu estava sendo influênciada .
    Não suporto essa palavra , por que homossexualidade não foi nenhum tipo de influência pra mim , descobri muito cedo , tive muita vergonha de ser quem sou , tive que me aceitar , não aguento mais ver pessoas dizendo que sou uma aberração.
    Essas pessoas que são contra a PLC122 só provam que o preconceito existe , e que a violência com gays também existe .
    Esse preconceito é uma vergonha para o Brasil .

  10. LUAN BUENO disse:

    SER DIFERENTE É NORMAL!

    QUANDO EU ERA CRIANÇA TODOS JÁ PERCEBIAM A DIFERENÇA EM MIM.NAS FOTOS,NOS VIDEOS DA ESCOLA,EU TINHA UM JEITO DIFERENTE!NA ADOLESCENCIA CHEGUEI A ENTRAR NA IGREJA.ACHAVA QUE ISSO É UM DEMONIO QUE ESTAVA EM MIM E QUE NA IGREJA ISSO SAIRIA DE MIM.ORAVA,JEJUAVAE NADA ADIANTAVA SEM CONTAR QUE CADA VEZ QUE CAIA EM TENTAÇÃO ME ACHAVA A PESSOA MAIS SUJA E NÃO DIGNA DO AMOR DE DEUS…O TEMPO PASSOU E VI QUE SOU NORMAL E MEU JEITO DE AMAR TAMBEM É…SOU MUITO BEM RESOLVIDO SEGUNDO A MINHA NATUREZA SEXUAL(SIM FALO NATUREZA PORQUE NÃO ACHO QUE SEJA OPÇÃO,PORQUE OPÇÃO É O QUE VOCE PODE ESCOLHER E ESSA NATUREZA JÁ VEM PRONTA CONOSCO)SOU FELIZ MINHA FAMILIA E AMIGOS ME ACEITAM SUPER BEM!!!HOJE SOU MUITO FELIZ E TORÇO PIAMENTE QUE ESSA LEI PLC122 SEJA LOGO APROVADO PARA QUE PAREM AS DISCRIMINAÇÕES CONTRA LGBT!!!!!FORA PRECONCEITO!!!!!!!!!!!!

  11. faby israel disse:

    OLÁ PESSOAL, EU SOU LÉSBICA ASSUMIDA DESDE OS 13 ANOS. SOFRI NA ESCOLA, QUASE MEU PADRASTO ME PERSEGUIA MUITO POR QUE JÁ VISÍVEL DESDE NOVINHA QUE EU ERA HOMOSSEXUAL.
    ENFRENTEI A FAMÍLIA, DEPOIS DISSO OUVE UMA TENTATIVA DE ME ”CURAREM” EM PSICOLOGOS. NÃO DEU
    OUVE A TENTATIVA DE ME ”LIBERTAREM” NA IGREJA.
    PASSEI 5 ANOS SUFOCADA E OPRIMINDO MINHA NATUREZA.
    ME EMPURRAVAM HOMENS PRA EU ME CASAR E NÃO SUPORTEI A PRESSÃO E CAI FORA.
    CONHECI UMA IGREJA INCLUSIVA QUE TODOS DEVEM TER OUVIDO FALAR.
    HOJE ME SINTO LEVE E FELIZ COM MINHA ESCOLHA.
    OPTEI SER FELIZ COM MINHA COMPANHEIRA E SOU COMBATENTE DE FRENTE COM ESSE POVO QUE TENTA HUMILHAR NÓS HOMOSSEXUAIS.
    NA MINHA CIDADE NATAL EXPULSARAM DUAS LÉSBICAS NAMORADAS SÓ POR QUE PEGARAM NÃO MÃO, EU ORGANIZEI UMA PASSEATA E UM BEIJO EM MASSA DOS MANIFESTANTES.
    HOJE O BAR RECEBE LIVREMENTE HOMOSSEXUAIS E É UM POINT NA MINHA CIDADE.
    NUNCA ACEITE SER OPRIMIDO E LUTEM POR SUA FELICIDADE.

  12. Fernando disse:

    Se eu me sentir ofendido que me chamem de magro, assim como preto nao gosta de ser chamado de preto, isso e ser racismo? Mas de quem?
    Resposta: racismo meu, pois é algo da pessoa, vc é gordo n gosta que te chame pelo oque é entao vc tem problemas.

    Homosexualismo é um disturbio provado por cientistas que dizem que a maioria deles usam drogas e o masoquismo, e cada vez que pessoas saem nas ruas desfilando como gays ou na tv e novelas, crianças na iniciaçao sexual se influenciam com isso, tenho certeza que pessoas nao sao contra os gays, mas nao querem ver seus filhos trocando de sexo que é contra a natureza e uma aberraçao fazer isso com algo natural, mesma coisa que vc ter 2 braços tirar uma perna e colocar outro braço e arrancar um olho e colocar no nariz, e uma alteraçao do natural humano, nao e certo, em breve viveremos em um mundo de um sexo, oque vcs me dizem? Vcs concordam casar com uma pessoa que trocou de sexo? E vc descobre dps que tem um relacionamento com ela? Creio que muitos nao aceitarao!

    Assim como os homosexuais querem seu direito e liberdade nos queremos tanbem, nao quero ter um filho e ele ser gay, nao sou contra pessoas ja deixo claro isso, sou contra o gosto e modo de viver, nao e certo, nao podemos fazer como racistas pensam, eles querem seus direitos e dessa forma eles mesmos que sao racistas e estao se dizendo diferentes ou inferiores dentre os outros, pois dizem que nao tem direito algum, mas todos somos iguais e temos que ter direitos iguais.

    Eu sou contra, porque isso e racismo dos homosexuais, querer ter algo a mais por se dizer diferente como nas “cotas para negros” é auto-racismo assim como os homosexuais estao fazendo, para ter prioridades e ter vantagems sobre as outras, eu nao tenho total conhecimento do assunto, mas digo aqui sobre direitos de cada um, somos iguais, doenças devem ser levadas a serio, assim como esse disturbio ou possivel disturbio de sexo, que faz com que a pessoa seja homosexual.

    Eu li um depoimento de uma pessoa que se converteu, era homosexual, e disse ter se libertado disso, pois ninguem nasce homosexual, ela “toma” o gosto, por disturbio de certa forma ou influencia quando criança. Se continuarmos a passar pra frente isso ser normal, se isso se alastrar muito, que as pessoas nao descobre ser homosexual, ela convive e acaba caindo no erro, ninguem escolhe pode ser disturbio ou influencia, entao quanto mais as pessoas homosexuais respeitarem as pessoas nas ruas, tv’s, revistas,novelas e em qualquer local, nao influenciara mais pessoas a serem “homosexuais”, sexo criado por pessoas? Pois ninguem nasce homosexual! E nem e da natureza, vc nao ve animais homosexuais, isso é um disturbio da nova era, influencia negativa, e deixo claro nao so contra pessoas e sim contra a influencia e contra homosexualismo e nao contra o homosexual. Nao nego, respeito as pessoas, nunca agredi um homosexual, e nem e da minha vontade, mas nao aceito que eles agridam a natureza trocando de sexo, afetando outras pessoas, a partir do portao pra fora devemos respeitar um ao outro, quer mostrar ser homo ou hetero que seja dentro de sua casa, para que nao influencie outras pessoas como o erro de cada um.

    Igualdade para todos, liberdade para todos, somo todos iguais, a escolha sexual deve ser deixada entre quatro paredes, nao tente fazer o mundo ser igual a vc, pois ninguem é igual.

    • CARLA MATIAS disse:

      Exatamente meu caro, ninguém é igual, por isso, não somos os que os outros desejam que sejamos, somos somente nós mesmos…A palavra final. Outra coisa, você fala como se fosse o fim do mundo(isso é um desejo de fazer que tudo seja somente como deseja ou melhor será acabar tudo). Mim parece neurótico seus modos, assim como você acha os nossos, então somos quites, caro colega. E a respeito dos animais, vê se visita mais os ambientes naturais, pois irá perceber que você se engana! BObo!

  13. RAFAEL MATHIAS disse:

    caros amigos, eu me chamo Rafael e descobri que sou homosexual aos 17 anos (hj tenho 21). desde minha infancia percebi que tinha algo muito estranho comigo, eu era diferente da maioria do meninos tanto da escola quanto da minha rua e tambem da igreja que eu frequentava pois nasci num lar evangélico.
    Um belo dia 07 de set de 2007 conversando com uma amiga lesbica descobri minha condição, ela meio que abriu meus olhos pra eu poder ver o que eu ñ conseguia ou ñ queria enxergar. Sempre fui na igreja, orei, chorei muito pedindo para que DEUS tirasse “isso” de mim, essas vontades, esses olhares diferentes em relação aos meu colegas do sexo masculino mas nada adiantou. Hoje me considero bem resolvido sexualmente sei o que eu quero e me sinto muito mais feliz pois passei a entender porque eu me achava estranho e vi que eu ñ era estranho eu sou diferente somente no gosto sexual, só isso mas sou um ser humano como qualquer um outro tenho meus sonhos, minhas vontades, meu trabalho, minha familia e etc.
    hoje o meu maior desejo é conquistar minha independencia e poder contar pra meus pais porque sinto um peso enorme por ter que fingir ser uma outra pessoa dentro da minha propria casa, mas Deus sabe de todas as coisas e tenho fé nele que um dia eu vou poder abrir o jogo com meus pais e espero que esse mesmo Deus que é tão bom comigo possa dar sabedoria à eles pra poderem receber essa “grande noticia”.
    sem mais, agradeço a este site pela oportunidade de me expressar e falar um pouco sobre mim, me sinto muito aliviado em saber que temos pessoas em quem contar e tenho muita fé nessa lei e espero que ela seja usada de maneira sábia! mas tenho fé que ela vai sair do papel e oro muito por isso! abraço a todos!!

    • CARLA MATIAS disse:

      Boa sorte para você, colega Rafael, que seus caminhos tenham muita luz! e que a verdade seja uma virtude forte em nós…

  14. Fabricio Morais disse:

    Primeiramente quero pedir desculpas pela falta de acentuacao e termos tipicamente utilizados na internet. Como moro nos Estados Unidos, meu computador nao possui a configuracao para a lingua portuguesa.
    Sou membro da HJE ha cerca de seis meses e tenho aprendido bastante por la. Tanto que os textos, materias, post pessoais que li me ajudaram a entender um pouco mais quem sou.
    Hoje, eu me aceito e a cada dia me livro de diversos preconceitos que eu achava que nao tinha e gracas a isso, estou podendo esclarecer diversas coisas a amigos que passam pela mesma coisa que eu e assim nos ajudamos.
    Infelizmente, ainda nao assumi minha condicao por receio quanto a posicao da minha familia. Mas sem duvidas, nao ter que esconder o meus sentimentos eh um dos objetivos que mais almejo no momento.
    Enfim, esse meu periodo de “isolamento” nesse pais aqui serviu de uma licao incrivel em todos os sentidos e me fez abrir os olhos pra diversas coisas que eu nao enxergava antes. Inclusive para a luta e a importancia da aprovacao do PCL122.

  15. Paula Souza disse:

    No auge da minha descoberta, há dez anos, eu não tinha ninguém para desabafar. Ninguém pra dizer: ei, a tua forma de amar é normal!
    Não!
    Nenhum amigo (interessante que a maioria deles também estavam vivendo o mesmo dilema, mas tinham medo);
    Nenhum apoio familiar.
    A bravura da minha parceira era linda. Firme, ela me dava forças, mas não o necessário para eu vencer o meu medo.
    Achava que era pecado.
    Tinha medo de não ser aceita pela sociedade e pela família.
    Até que… entrei na igreja evangélica.
    Orei;
    Jejuei;
    Fiz propósitos;
    Tudo isso pra Deus “tirar” de mim esse pecado.
    Não adiantou.
    Sabe por quê? Porque não havia pecado.
    Saí convicta da minha orientação e fui amadurecendo…
    Tenho muito o que crescer ainda, mas não me calo diante do preconceito.
    Minha religião é minha consciência e meu respeito pelo próximo.
    Para entender isso foi preciso muitas noites em claro, mas eu consegui.
    Porém se eu tivesse tido o apoio familiar necessário metade do
    meu sofrimento não teria existido.
    Tento de todas as maneiras abrir a mente daqueles que convivem comigo.
    Aprendo muito com a HJE e sei que aprenderei muito mais com esse site.
    O PLC122 será aprovado sim. Vamos em frente.
    Quero uma juventude livre e feliz!
    Quero um Brasil despido de preconceitos!

Responder